quinta-feira, julho 06, 2006

salgueiro consegue endividar ainda mais o município

Na última sexta-feira, salgueiro e companhia pediram à Assembleia Municipal autorização para mais uma dívida.
Depois de ter ‘encontrado’ a Câmara Municipal num estado financeiro calamitoso, salgueiro faz a primeira alteração ao seu rigoroso orçamento, pedindo 500.000 €ur à banca.
É assim que para eles se contêm as despesas.
Como em qualquer governação PS que se preze, o endividamento é o remédio para todos os males.
E em que será utilizado este valor? Este valor será utilizado para construir o Jardim do Sol, ou melhor o Jardim Verde, ou Parque Verde ou como lhe queiram chamar.
A obra que tanto criticou e até ridicularizou durante a campanha, irá ser a sua obra do mandato. Isto se não voltar a mudar de ideias.
Depois de ter prometido um pavilhão multiusos, que num impulso custaria 70.000 contos e que pouco depois já seriam 300.000, apostou mais tarde na recuperação da antiga central termoeléctrica para o novo museu. Neste momento está mais inclinado em adoptar à ideia de José Ferreira e arranjar a zona da Várzea. Nos próximos meses as actuais prioridades serão certamente ultrapassadas por outras boas sugestões da sua equipa.
O que importa é ter umas inaugurações bem propagandeadas no último ano do mandato.
Mas se o executivo não tem maioria na Assembleia Municipal, como é que isto passou?
A maioria PSD da AM não se deve à eleição directa mas aos Presidentes de Junta.
Os Presidentes de Junta, por dependeram financeiramente da Câmara Municipal são o elo mais fraco da AM. Com um simples telefonema lembrando a facilidade de aparecer aquele cheque importante, ou a aprovação daquela obra é meio caminho andado para abalar qualquer tentativa de se opor ao executivo. Uns ainda resistiram mas não os suficientes.
Estas práticas, embora inéditas no nosso concelho não o são noutras zonas do país, às quais pouco a pouco nos vamos aproximando.
E assim com algumas misteriosas ausências na sala, o empréstimo lá passou.
salgueiro ficou mais endividado e também mais satisfeito.
Os fins justificam os meios.

1 Comments:

At 7:19 da tarde, Blogger Alcachofra said...

Salgueiro, desta safou-se, na próxima como será?

Que houve oposição, ninguém duvida, porque na câmara anterior vigorava a unanimidade, se alguém votou contra é porque afinal, temos gente com convicções.

Agora resta-nos saber quem foram os que nem sequer apareceram ou se ausentaram da votação e porque razões. Será que serviram os eleitores que os elegeram, a eles próprios, ou a ninguém.

Qual será o preço que o concelho está a pagar?

Quantas promessas foram cumpridas até hoje pelo actual executivo?

Talvez um bom artigo para o Jornal em substituição dos publicados anteriormente, e no meu entender mais que justificados, sobre o trabalho do Vereador João Neto pelas actividades desenvolvidas, porque dos actuais creio quer não haja conteúdo para tal.

 

Enviar um comentário

<< Home