quinta-feira, maio 04, 2006

No poupar é que está o ganho!

Durante quase uma geração da vice-presidência salgueiro, qualquer utente que se dirigisse à Câmara Municipal e necessitasse de fotocópias, era só apanhar um qualquer funcionário bem disposto e o problema ficava resolvido.
Como o tempo dos abusos já lá vai, agora há que poupar moralizando.
De acordo com directivas delineadas pelo actual vice-presidente, cada fotocópia tirada a pedido do público, tem de ser imperativamente paga pelo próprio.
Dependendo da perspectiva, preferência ou repulsa para com o actual executivo, pode concordar-se ou não com esta medida.
Mas considerando que a cada fotocópia tirada para o público é emitido um documento de recibo pela Tesouraria, e quiçá realizado um pagamento de Multibanco para alguém que não esteja prevenido para pagar os cêntimos correspondentes, é fácil concluir em que direcção estamos a avançar...
Os fornecedores da Câmara Municipal que lhe vendem o papel e o toner, após o embate inicial do economicismo absoluto, já voltaram a respirar de alívio.

Assim sim, Albino!
No poupar é que está o ganho!

3 Comments:

At 1:00 da manhã, Blogger cilicio said...

Nos corredores da Câmara Municipal, já se comenta que o preço de cada fotocópia tirada para o público irá duplicar.
Assim, evita-se a que seja o Município a suportar os encargos de emissão do recibo...

Lindo!!!

 
At 4:46 da tarde, Blogger Alcachofra said...

Quem andaria a tirar cópias com o dinheiro público, possivelmente foi colocado um contador em cada fotocopiadora com um código de acesso para contar as fotocópias que cada funcionário tira.

 
At 9:28 da tarde, Blogger Alcachofra said...

Isto já chateia, será que mais ninguém comenta?, trata-se de um problema gravíssimo, estamos a falar do desenvolvimento económico e social de Porto de Mós,..., sim às promessas, não às obras, ...

 

Enviar um comentário

<< Home