segunda-feira, fevereiro 14, 2005

Não ao eleitoralismo!! Viva o imobilismo!!!

A Junta de Freguesia do Alqueidão da Serra, actualmente com os cofres bem recheados, argumenta que ainda não fez obras para não ser interpretada como eleitoralista.
Com as autarquicas a poucos meses de distância, qualquer obra de melhoramento poderia ser mal interpretada pela população...
Assim caem numa situação caricata. Sendo a Junta de Freguesia com maiores recursos financeiros talvez de todo o Distrito, com carências gravíssimas que abalam profundamente a qualidade de vida da sua população e cuja solução tarda a chegar (por culpa do desinteresse do Sr José Ferreira, presidente da Câmara) a Junta opta por... não fazer nada!

Não fossem ser acusados de ser eleitoralistas... Isso é que não! Antes ter cortes de água diários, por ruptura de canalização pública, que ser apelidado de eleitoralista. Vá de retro...

O Cilício imagina as reuniões do executivo da Junta. Com o extracto bancário emoldurado na parede e todos os membros da Junta sentados em semi-círculo ao seu redor (não olham uns para os outros, apenas para o extracto), diz o Peresidente da Junta (lembram-se do sketch do Herman José?):
- Foi como se tivessem descoberto petróleo na nossa terra!!!
Responde o Tesoureiro:
- A nota de lançamento dos juros desta semana deve chegar amanhã... são mais uns 70 ou 80 contos...
Acrescenta o Secretário:
- Aquele Zé Ferreira, não gasta um ‘tusto’ com o nosso Alqueidão!

José Gil no seu Portugal, Hoje – O Medo de Existir, escreveu sobre uma das causas deste tipo de comportamento, mas não deixa de ser curioso, uma terra com tantos honrados quadros médios e superiores, deixarem que isto aconteça. Os calceteiros, ainda vá! Partem pedra à mão não contam, agora os quadros médios e superiores...

PS: Partem pedra à mão, mas alguns sabem utilizar um computador...

2 Comments:

At 11:32 da manhã, Blogger www.AlqueidaoComFuturo.com said...

Não somos defensores nem oficiais nem oficiosas da nossa Junta de Freguesia. Por
outro lado não vamos dar relevância a vozes pseudo intelectuais de linguas
maledicentes que mais não fazem que tentar ridicularizar a nossa terra e a
nossa gente.
Só lhe vamos dizer que está muito mal informado. Consigo, nem nos vamos dar ao
trabalho de contra-argumentar... E no entanto, o Alqueidão vai fazendo o seu
percurso na senda do desenvolvimento. O senhor, já reparou que anda a falar
para o seu umbigo? (Não, o Alqueidão não será o seu umbigo!...)

Cumprimentos.
www.AlqueidaoComFuturo.com

 
At 8:32 da tarde, Blogger portomosense said...

Alqueidão com futuro? espero bem que sim já que me é uma terra bem querida mas não o Alqueidão do Sarmento! A nossa boa gente merece mais e melhor!

 

Enviar um comentário

<< Home